Templo Exterior, Interior, Vitrais, Pinturas e Imagens da Catedral

A Igreja catedral de Santo Amaro, após a última reforma, que sanou os problemas, causados pela passagem do túnel subterrâneo da linha do Metrô, ficou mais bela  do que antes, tanto em seu exterior, quanto em seu interior.

Em seguida, fazemos um breve análise do templo, no seu exterior e no seu interior.

1 – Templo Exterior

De antemão lembramos que o templo material com seus elementos exteriores e interiores, com suas estruturas arquitetônicas e artísticas, com as suas imagens, pinturas e vitrais não são apenas elementos visuais.

São, antes, recursos que convidam à reflexão; elementos paradigmáticos que convidam à meditação, ao louvor e à oração.

 

 

Os Cristãos precisam conhecer a mensagem que todos os elementos artísticos lhes oferecem, como paradigmas.

Tudo o que está no templo tem alguma causa, a ser explicadas.

A parte exterior da Catedral teve muito poucas alterações.

Apenas foi mudada a pintura e colocada no frontispício, na torre, centralizada, a imagem da padroeira da Diocese, Nª Sª de Fátima. Está no meio, entre a imagem de S.Bento e a de Santo Amaro, como se vê abaixo.

 

2 – Templo Interior

a) Vitrais

Os vitrais da Catedral de Santo Amaro são dignos de admiração. São obras de arte. Diria que a Catedral oferece ao povo uma exposição permanente de ícones.

Cristãos, que convidam à oração e à meditação nos mistérios da vida e da fé.

As figuras dos vitrais e as pinturas das paredes e do forro foram criadas e elaboradas, com finalidades de lembrar, às pessoas, algumas das mensagens e acontecimentos da história da Salvação, no Antigo e no Novo Testamento, e também da História da Igreja.

Tem a finalidade de instruir e elevar  espírito das pessoas; têm também finalidades catequéticas, isto é, instrução sobre a Vida Cristã.

Então os vitrais e as pinturas não têm apenas finalidade estética.

 

No entanto o Clero faz-lhes raras referências… Quase as desconhece…

Sempre se disse que uma imagem vale por mil palavras, se soubermos interpretá-las.

A igreja Cristã soube usar, muito bem, o recurso das imagens, na pintura como na escultura, através da história.

Até os pais, quando vão à igreja, ao explicar às crianças o significado dos quadros/pinturas, estão instruindo os filhos, na Mensagem Cristã: mensagem de vida.

Os vitrais da Catedral, como afirmei acima, são obras notáveis.

Parte dos vitrais foram financiados pelo Sr. João Dias ( da empresa Estrela ) que também foi o segundo provedor da Santa Casa, um benemérito da comunidade.

Os vitrais foram construídos pela familia Conrado Sorgenicht, uma familia de artistas…

A Catedral possui, aproximadamente, cinquenta (50) vitrais…

A empresa dessa família de artistas destaca-se pela feitura de obras, em lugares de grande destaque:

Em São Paulo, seus artistas produziram vitrais para a Catedral da Sé, para a Capela da Beneficência Portuguesa, para o Teatro Municipal, para a Faculdade de Direito do Lgo.São Francisco, Mercado Municipal da Rua Cantareira, Estação da Sorocabana, etc.

Destes, os que mais se destacam são os da Beneficência Portuguesa, da Sé e os do Mercadão.

Todos são obras de arte notáveis.

 

Pinturas

 

Também as pinturas da Catedral de Santo Amaro são obras de arte instrutiva.

No entanto, a arte, além de informar, precisa agradar, seduzir; é um convite à reflexão e a meditação.

As pinturas estão no forro, e também nas paredes internas.

Destaca-se a pintura do Presbitério e do forro da nave.